"A vida de Lucas já começou com problemas: foi abandonado em um orfanato quando tinha apenas dois anos. Sofreu a dor da rejeição e da solidão até que, em um magnífico natal, quando completava nove anos, Papai Noel lhe trouxe de presente pais maravilhosos: Levi e Heloísa. Ambos o adotaram, casaram-se e tiveram uma menina tão doce que fez Lucas escolher o seu nome: Mel. Uma família perfeita foi construída com bases sólidas. No entanto, depois de anos convivendo em um clima familiar acolhedor, o surgimento de um amor incomum abala o mundo de Lucas. 

Ele percebe que alguma coisa importante mudou a ponto de não conseguir ver sua irmã mais nova com os mesmos olhos. De menina doce, Mel se torna uma mulher interessante, fato que Lucas não consegue ignorar. Diante das variadas fases deste sentimento, entre elas a negação, a revolta e a culpa, Lucas tenta sobreviver em meio à dor do amor proibido e, o mais importante: tenta jamais prejudicar a sua família por causa dele." 

Polêmico, forte, sensível, surpreendente. Palavras distintas para um único sentimento, amor. Uma história bem contada que vai te arrebatar do começo ao fim. (Paula Pilar) 

Um amor proibido e arrebatador, que me fez pensar em dois possíveis finais, mas claro que Mila me surpreendeu, como sempre. Um romance lindo, emocionante, que me arrancou lágrimas e massacrou meu coração de ansiedade. Sempre recomendo qualquer coisa que Wander escreva. (Josy Stoque)

Deixe um comentário