“Tammy sempre procurou estar preparada para qualquer calamidade que a vida pudesse enviar em seu caminho, mas ela nunca imaginou o sexy, o leão, o homem-besta em seu futuro. Ele é enorme, tem o mais exóticos, dourados olhos de gato que ela já viu, e ela é tão aterrorizada, ela fica sem fala pela primeira vez em sua vida. Ele chega mais perto, rosnando para ela, e ela está apavorada demais para ao menos fugir.

Valiant odeia seres humanos. Mas quando ele recebe um sopro de uma fêmea adorável humana que invadiu o seu território, ele começa a repensar. Seu aroma de medo, puro e doce tentação, e quanto mais perto ele fica, mais ela se torna atraente. Uma vez que ele tem as mãos sobre ela,
ele não está prestes a deixá-la ir. Um pensamento vai mudar sua a vida. MINHA!

Antes de Tammy poder recuperar seus sentidos, ela é levada a cama de Valiant. Agora ele só tem que usar todos os centímetro de seu corpo, grande lustroso para convencê-la que ela deveria ficar com ele para sempre.”

O brasileiro André Moire deixa tudo para trás para se envolver com um grupo internacional secreto que representa os arcanos do Tarot. Dispostos a elevar a consciência da humanidade e mudar o planeta, eles lançam mão de magia, ciência, arte, técnicas hacker e até mesmo parkour e videogames para enfrentar as forças da conformidade.

Conheça o Louco, o Mago, a Sacerdotisa, o Carro, o Sol, a Imperatriz, o Imperador e vários outros arcanos maiores e menores neste thriller conspiratório com toques subversivos e sobrenaturais. Com uma trama sombria e misteriosa que ocorre em locais como Rio de Janeiro, Paris, México, Amazônia, Riviera e Inglaterra, Guerras do Tarot fará você pensar e repensar no que acredita. Comece neste livro a trilhar o Caminho do Louco

Elissa Holt tem uma regra quando se trata de relacionamentos: ela não namora atores. Sua bem-sucedida carreira de diretora de palco em Nova York a ensinou que eles não são confiáveis, e isso se comprova quando ela conhece Liam Quinn.

Eles tiveram um breve, porém intenso romance há seis anos, pouco tempo antes de Liam se mudar para Hollywood, fazer sucesso em grandes produções de cinema e quebrar o coração de Elissa ao começar a namorar Angel Bell, a atriz queridinha da América.

Agora o casal do momento está em Nova York para estrelar a peça A megera domada, de Shakespeare, da qual Elissa será, coincidentemente, a diretora de palco. Apesar de o cenário ser completamente diferente, tudo o que aconteceu entre eles – e o que poderia ter acontecido – vem à tona.

Mesmo Elissa sabendo que se entregar a Liam de novo poderia gerar uma tragédia, fica claro que o amor e o desejo nem sempre seguem o script...


O novo romance da escritora Lycia Barros narra um drama super comum da sociedade ao longo dos séculos. Um mal que acomete, principalmente, as mulheres. Afinal, quando coagidas, agimos de forma equivocada e facilmente somos influenciadas por nossos medos. No entanto, muitas vezes o sofrimento é o melhor remédio para acordar o espírito.

E sempre há tempo para refazermos a nossa trajetória, onde algo surpreendente pode estar nos esperando no fim da linha. Esse é o foco da história de Agatha: é preciso força para recomeçar. As cicatrizes ficam, mas a força de reação é maior.

Estar conectada a ele é uma droga!
Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja... esquentando.

Algo pior do que os Arum ronda a cidade.

O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível!
Até que, de repente, tudo muda.

Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade.

Ninguém é o que parece ser. E nem todo mundo irá sobreviver às mentiras.

Uma inesquecível história de amor, traição, paixão, obsessão e música.

Aos onze anos de idade, Rosanna Menici conhece o cantor Roberto Rossini, uma estrela em ascensão no mundo da ópera italiana - e o homem que mudaria sua vida para sempre. Incentivada - e apaixonada - por ele, Rosanna passa a se dedicar ao estudo do canto lírico, torna-se cantora profissional, e logo os dois se encontram nas salas de concerto mais famosas do mundo, dividindo não só o palco como também o mesmo destino.

Com seu talento incomum para descrever ambientes e evocar sensações e sentimentos universais, Lucinda Riley nos leva a acompanhar a trajetória de Rosanna, desde os bairros pobres de Nápoles até os teatros mais glamourosos do planeta, trazendo à tona, com sua prosa inconfundível, as alegrias, tristezas, frustrações, decepções e redenções do amor.


Com determinação e rebeldia, Bárbara Heliodora e Alvarenga Peixoto lutaram pelo amor e pela liberdade em meio a um período de injustiças e opressão. Com grande maestria, o escritor Carlos Alberto de Carvalho nos apresenta um romance sobre os personagens de um dos casos de maior destaque da política brasileira no período da Colônia: a Inconfidência Mineira. 

Tecendo no limiar entre o real e a fantasia junto a cenários verdadeiros e fatos históricos, o autor nos apresenta a história de amor entre os inconfidentes Alvarenga Peixoto e Bárbara Heliodora, que se opuseram às altas taxas impostas pela Coroa portuguesa e junto a personalidades já conhecidas, como o poeta Tomás Antônio Gonzaga e o alferes Joaquim José da Silva Xavier – o Tirandentes–, deram início às reuniões clandestinas que culminaram na Inconfidência Mineira no século XVIII.

Na sequência de "Sem Vergonha", Mina Bault e Ryker Strome pensam ter deixado para trás as experiências traumáticas que vivenciaram com a máfia russa. No entanto, depois de receber uma ligação suspeita, Ryker percebe que Mina ainda está em perigo e vai a Paris à sua procura, a fim de protegê-la. 

Com a ajuda do agente Zahner, da irmã de Ryker - Lexa Strome - e de Sven, seu misterioso e sexy amigo, o casal deverá descobrir uma maneira de livrar-se defitivamente dessa perseguição. 

Mas, nesse ínterim, a boate Lucky's irá presenciar intensos shows da Tímida - com direito a sexo no placo! - e servirá de esconderijo para traçar os planos de assassinato de aluguel, roubos, jogos de sedução, política e interesses. 

Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria. Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. 

Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar. No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la.

Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão.

Um livro forte e inquietante narrado pela mãe de um dos responsáveis pela a tragédia de Columbine. 

Em 20 de abril de 1999, Eric Harris e Dylan Klebold se armaram com pistolas e explosivos e entraram na Escola de Ensino Médio de Columbine, na cidadezinha de Littleton, Estados Unidos. Em questão de minutos, mataram doze estudantes e um professor e feriram outras vinte e quatro pessoas, antes de tirar a própria vida. Desde então, Sue Klebold, mãe de Dylan, convive com a dor e a vergonha indescritíveis por aquele dia. Como seu filho, o jovem promissor que ela criou com tanta dedicação, pôde ser responsável por tamanho horror? E como, convivendo com ele diariamente, ela não percebeu que havia algo errado? Houve sinais sutis que ela não captou? O que ela poderia ter feito diferente? Essas são perguntas com que Sue se debate todos os dias desde a tragédia de Columbine. 

Em O acerto de contas de uma mãe, ela narra com honestidade rigorosa sua jornada para tentar lidar com o incompreensível. Na esperança de que os insights e o entendimento que ela obteve ao longo dos anos possam ajudar outras famílias a reconhecer quando um adolescente está com problemas, Sue conta sua história na íntegra, recorrendo a seus diários pessoais, aos vídeos e escritos que Dylan deixou e a inúmeras entrevistas com especialistas em saúde mental.

Eveline Armstrong é imensamente amada e protegida por seu clã, mas as pessoas a consideram diferente, poisapesar de ser linda e encantadora, a moça sofreu um acidente que lhe causou sequelas não só psicológicas, mas também físicas, visto que ela ficou surda. Satisfeita com sua vida reclusa, ela aprendeu a ler lábios e permitiu que o mundo a enxergasse como uma tola.

Contudo, quando um casamento arranjado a torna esposa de Graeme Montgomery, integrante de um clã rival, Eveline aceita seu destino - despreparada para os deleites que viriam.

Enredado pelos mistérios de Eveline, cujos lábios silenciosos são cheios de tentação, Graeme vê seu casamento ameaçado devido às rivalidades entre clãs e agora deverá enfrentar inúmeras adversidades para salvar a mulher que lhe despertou tanto amor.

O que você faria se descobrisse que tem câncer no cérebro aos 11 anos de idade? Como você reagiria se perdesse todos os movimentos do corpo da noite para o dia? Você desistiria dos seus sonhos? Se revoltaria? Ou lutaria com um sorriso no rosto para dar a volta por cima? Pois a pequena e frágil Lorena optou por lutar. Ao lado da mãe, Fiorella, e de sua irmã mais velha, Larissa, ela não se deixou abater pela grave doença e enfrentou o doloroso tratamento com a garra e a sabedoria que muitos adultos não adquirem durante uma vida inteira. 

Ainda durante o período de convalescência, Lorena retomou o antigo sonho de criar seu próprio canal no YouTube. E a sinceridade emocionante de uma garotinha que luta pela vida e sorri com os olhos cativou milhares de seguidores em poucos dias. O sucesso foi tão estrondoso que chamou a atenção de diversas emissoras de televisão, sensibilizadas por sua história de superação e coragem. 

Um verdadeiro fenômeno! Mesmo tão jovem, Lorena já passou por situações que cruzaram o limite da dor e da esperança. Nesse livro, ela abre o coração e revela todos os detalhes de sua história. Uma trajetória emocionante e inspiradora, muito maior e mais bonita do que poderíamos imaginar.

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. 

A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. 

Ao menos era assim que deveria ser... O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. 

A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. 

Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.

Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. 
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.

A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. 

Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... 

Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. 

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.

A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. 

Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... 
Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.

Austrália, 1946. É terminada a Segunda Guerra Mundial, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio com destino a Inglaterra para encontrar os soldados ingleses com quem se casaram durante o conflito. 

Em Sydney, Austrália, quatro mulheres com personalidades fortes embarcam em uma extraordinária viagem a bordo do HMS Victoria, um porta-aviões que as levará, junto de outras noivas, armas, aeronaves e mil oficiais da Marinha, até a distante Inglaterra. As regras no navio são rígidas, mas o destino que reuniu todos ali, homens e mulheres atravessando mares, será implacável ao entrelaçar e modificar para sempre suas vidas. 

Enquanto desbravam oceanos, os antigos amores e as promessas do passado parecem memórias distantes. Ao longo da viagem de seis semanas — apesar de permeada por medos, incertezas e esperanças — amizades são formadas, mistérios são revelados, destinos são selados e o felizes para sempre de outrora não é mais a garantia do futuro que foi planejado.

Com personagens únicas e uma narrativa tocante, Jojo Moyes conta uma história inesquecível que captura perfeitamente o espírito romântico e de aventura desse período da História, destacando a bravura de inúmeras mulheres que arriscaram tudo em busca de um sonho.

Lorde Matthew Cheeven tinha tudo milimetricamente arquitetado. 
Nada daria errado. 
Iria raptar a noiva de seu pior inimigo bem no dia do casamento. 
Ele tinha a situação sob controle. 

Deixaria a jovem em uma casa abandonada sob seus cuidados até que sua vingança estivesse completa, e então a libertaria. 
A estratégia era boa, porém, o que o nobre cavalheiro não esperava era que sua cativa não se opusesse tanto ao rapto, muito menos que fosse tão terrivelmente bela, doce e sedutora, e que lhe causaria efeitos tão impróprios. 

Entre a vingança e o desejo, o que o bom lorde deve escolher? 

Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.

Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação.

No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.

Em seu estilo inconfundível que arrebatou milhares de fãs, Gillian Flynn traça surpreendentes e intrigantes perfis psicológicos dos personagens e tece uma narrativa repleta de suspense ao mesmo tempo em que brinca com elementos clássicos do sobrenatural.

Para seus familiares, Ana é o perfeito exemplo de moça de família. Doce, educada e preocupada com o seu futuro. Deseja estudar moda e se tornar uma It Girl. 

Matthews, por outro lado, conhece uma Ana diferente. Sexy e determinada. O que havia começado como um pequeno jogo tomará proporções avassaladoras. 

Os encontros se tornam cada vez mais intensos e complicados. Foram criados como primos, e a diferença de idade muitas vezes os atrapalha. 

Até quando conseguirão manter esse segredo? 
Estarão eles prontos para lutar pelo amor que sentem um pelo outro?

Um livro para fazer você fechar as cortinas e conferir se não há nada embaixo da cama antes de dormir. O Menino que Desenhava Monstros ganhará uma adaptação para os cinemas, dirigida por ninguém menos que James Wan, o diretor de Jogos Mortais e Invocação do Mal.

Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar.

Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais.

Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas.

Max tem vinte e nove anos e mora sozinho em um apartamento em Porto Alegre. Faz bicos como tradutor e sonha em ser escritor, enquanto passa os dias bebendo, esperando o fim de um bloqueio criativo que o aflige há três anos. Você já leu essa história milhares de vezes, certo? Não exatamente. "A Era de Ouro do Pornô", primeiro romance de Zeka Sixx, autor do livro de contos "O Caminho dos Excessos" (Edição do Autor, 2015), parte de uma premissa aparentemente batida para se revelar uma fábula maldita, encharcada em álcool, sexo, cultura pop e niilismo. 

Mais do que Max, o anti-herói central, é a cidade de Porto Alegre, com seus habitantes - do sexo feminino, em especial -, o verdadeiro personagem do romance. O enredo se desdobra como uma montanha-russa, indo do sonho ao pesadelo num virar de página. "A Era de Ouro do Pornô" é uma sátira a uma geração que colocou sobre seus próprios ombros a necessidade de ser criativamente relevante.

O podcast Welcome to Night Vale conta as histórias da cidade de Night Vale, uma amistosa comunidade no meio do deserto onde todas as teorias da conspiração são reais. No formato de um programa de rádio, Cecil Palmer, locutor da rádio comunitária, informa a todos as pequenas estranhezas dessa pacata cidadezinha — onde fantasmas, anjos, alienígenas e agências governamentais misteriosas e ameaçadoras fazem parte do cotidiano dos cidadãos. Desta vez, a chegada de um homem de paletó bege faz com que as vidas de duas mulheres, cada uma com seu mistério, virem de cabeça para baixo.

Como todos em Night Vale, a proprietária da loja de penhores, Jeckie Fierro, gosta de sua rotina. Por isso, quando um homem de paletó bege aparece na loja e interrompe a imutável rotina da jovem, ela fica sem chão. Ele lhe entrega um papel com duas palavras escritas à mão: KING CITY. Tudo naquele homem a deixa nervosa, especialmente o papel, do qual Jackie não consegue se livrar.
Diane Crayton tem um filho de quinze anos. Josh é um adolescente normal: de humor e forma inconstantes. Ele às vezes é humano, mas em certas ocasiões prefere parecer um abajur ou ter asas e tentáculos. Josh está cada vez mais curioso sobre o pai que nunca conheceu, o que deixa Diane transtornada, pois Troy, pai do menino, começa a aparecer em todos os lugares onde ela está (e com a mesma aparência de quando deixou a cidade e se mudou para King City, anos atrás). É um desastre iminente.

As duas mulheres vão se unir na busca por respostas, assombradas por aquelas palavras que parecem ser a solução de tudo: KING CITY, a chave para todos os segredos, que, tomara, trancará o passado e abrirá as portas do futuro. Isso se elas conseguirem achá-la. 
Caros ouvintes, bem-vindos a Night Vale.


Poder, lealdade, esperança... Um amor escolhido pelo destino venceu as sombras e agora descobrirá seu poder.
Cores: uma história que ganhou vida em palavras; almejou o impossível, encantou e emocionou leitores, chega agora ao seu final. No último volume da trilogia, a verdade chegará iluminada por confrontos decisivos. 

O amor de Melissa e Vincent se fortalece, mas sua união desperta o interesse pelo poder. Esta herança promete ser o novo alicerce para o Mundo Mágico, a diferença entre vitória e derrota... O desejo de que o futuro seja apenas o começo.
Inspire-se com esta jornada entre Sombra e Luz, e descubra, junto com Vincent e Melissa, a magia escondida no amor.

O novo romance da autora de Sr. Daniels.

Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. 

Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.

Escritor premiado e de sólida carreira literária, Edney Silvestre estreia no gênero conto com uma mistura envolvente de narrativas curtas com personagens marcantes e cheios de subjetividade

O livro começa no mais turístico bairro da cidade, passando pelo subúrbio, por suas misérias, por países como França e Itália, até chegar a outra galáxia – e então retornar a Copacabana, onde tudo parece mesmo se misturar, do começo ao fim. Quase como um fotógrafo, Edney passa-nos a impressão de que os seus personagens existem. 

Sem esconder a proximidade que sente em relação às suas criaturas, é como se cada história reinaugurasse a cumplicidade estabelecida entre o autor e os seus personagens. De forma tão original, sincera e envolvente que passamos a ser cúmplices também

Em São Domingos, colônia francesa consumida pelas chamas da revolução, um ataque cruel deixa um único sobrevivente uma linda garotinha negra. O capitão Augustin Fornier a encontra, leva-a para casa e fica satisfeito ao ver que sua esposa, Solange, se encanta imediatamente pela menina que decidiram chamar de Ruth. 

Ao fugirem da ilha, os Forniers levam a criança e começam uma vida nova na cidade americana de Savannah, e Ruth é para Solange companhia, ombro amigo e escrava. No auge da mocidade, Ruth experimenta o amor, o matrimônio e a maternidade assim como perdas e traumas indescritíveis. Quando Solange dá à luz uma filha, Ellen, é Ruth agora Mammy quem cria, educa e protege a criança, permanecendo a seu lado todo o tempo. 

Quando Ellen se casa com o irlandês Gerald OHara, leva Ruth a Tara, uma fazenda de algodão no interior da Geórgia, e a um novo capítulo de sua vida com uma nova geração de meninas OHara. Todos apreciam a hospitalidade de Tara especialmente os rapazes locais, quando a filha mais velha e rebelde de Ellen, Scarlett, cresce e se transforma em uma bela jovem.


Matthew Scott está decidido a ter a melhor esposa que pudesse ter, e para isto, não vê alternativa melhor do que contratar alguém que atendesse seus rígidos padrões. Ele precisava de uma mulher perfeita, que pudesse agir como uma mãe atenciosa e que aquecesse sua cama; e nenhuma lhe parece mais apropriada que Sophie Gaiman.

A vida de Sophie parecia estar finalmente entrando nos eixos, mas a proposta de casamento de seu chefe poderia ser um bálsamo ou uma maldição... poderia salvá-la da prisão ou simplesmente destruí-la, caso se apaixonasse por ele. Mas como Sophie poderia resistir as caricias quentes de Matthew ou ao seu precioso filho?

Katherine Shaw tinha uma vida feliz.

Vários amigos, carreira promissora numa revista de moda e um fascínio pela escritora britânica Jane Austen. Mas ao terminar um relacionamento, ficar sem emprego e ter que vender a casa da família em razão de uma verdadeira catástrofe financeira, Kate se vê numa crise que tiraria o sono até mesmo da mais resoluta heroína das páginas de Austen. O apoio dos amigos mostra-se bastante valioso – isso sem mencionar um inusitado presente de aniversário, que ameniza um pouco a angústia de chegar aos temidos quarenta anos. 

Kate tem agora a tarefa de testar uma teoria inspirada por Jane Austen: nos períodos econômicos mais críticos, seria um homem rico o único acessório indispensável? O que se inicia como um simples artigo de revista torna-se uma oportunidade de comprovar a teoria na prática à medida que Kate – agora Lady Kate –, acompanhada da alta sociedade, vislumbra perspectivas que deixariam Sr. Darcy parecendo um amador. Poderia o verdadeiro amor, contudo, emergir desse meio? Kate será capaz de escolher entre o Sr. Certo e o Sr. Rico?

Enzo e Cristine têm contas a acertar. Patinho feio na adolescência, Enzo foi humilhado, rejeitado por Cristine, que o tornou motivo de chacota incontáveis vezes. 

Mas o destino se encarregou de virar o jogo. 

Depois de doze anos afastado, Enzo retorna a São Valentim, sua cidade natal, milionário, lindo e com sede de vingança. Tudo que ele quer é magoar a única garota que amou, mas que passou a odiar com todas as forças. 

O que ele não esperava era que Cristine também tivesse mudado tanto. Depois de apanhar muito da vida, ela precisou lutar para sobreviver e tornou-se uma mulher completamente diferente da menina mimada e fútil que um dia ele conheceu. E ela está disposta a não deixar que Enzo a magoe, o que parecem ser seus planos. 

Contudo, um grave problema familiar a joga nos braços dele, que tem uma proposta: ele concorda em ajudá-la, caso ela seja sua por quinze dias. Quinze dias nos quais ela teria que deixar tudo para trás e simplesmente se entregar, deixando que ele conduzisse cada momento. 

Sem saída, Cristine aceita, embora saiba que o preço a pagar será muito mais alto do que o proposto. Será o seu coração. 

Quando os restos mortais de uma criança são descobertos durante uma tempestade de inverno numa extensão da sombria costa da Inglaterra conhecida como Loney, Smith é obrigado a confrontar acontecimentos terríveis e misteriosos ocorridos quarenta anos antes, quando ainda era criança e visitou o lugar.

À época, a mãe de Smith arrastou a família para aquela região numa peregrinação de Páscoa com o padre Bernard, cujo antecessor, Wilfred, morrera pouco tempo antes. Cabia ao jovem sacerdote liderar a comunidade até um antigo santuário, onde a obstinada sra. Smith crê que irá encontrar a cura para o filho mais velho, um garoto mudo e com problemas de aprendizagem. 
O grupo se instala na Moorings, uma casa fria e antiga, repleta de segredos. O clima é hostil, os moradores do lugar, ameaçadores, e uma aura de mistério cerca os desconhecidos ocupantes de Coldbarrow, uma faixa de terra pouco acessível, diariamente alagada na alta da maré. A vida dos irmãos acaba se entrelaçando à dos excêntricos vizinhos com intensidade e complexidade tão imperativas quanto a fé que os levou ao Loney, e o que acontece a partir daí se torna um fardo que Smith carrega pelo resto da vida, a verdade que ele vai sustentar a qualquer preço.

Com personagens ricos e idiossincráticos, um cenário sombrio e a sensação de ameaça constante, Loney é uma leitura perturbadora e impossível de largar, que conquistou crítica e público. Uma história de suspense e horror gótico, ricamente inspirada na criação católica do autor, no folclore e na agressiva paisagem do noroeste inglês. 

Bernardo sempre foi responsável vindo de uma família humilde que com muito esforço pagou seus estudos. 

Formado em ODONTOLOGIA e dono de uma das clínicas mais conceituadas do país aparentemente ele tem tudo pra ser feliz. Lindo, rico e uma carreira de grande sucesso só que lhe faltava algo, UM GRANDE AMOR. 

Quando ele se depara com aquela mulher no leito de um hospital em estado grave e sem ninguém com ela seu coração disparou e ele não pensou duas vezes , colocou a mão no bolso tirou o anel colocou no dedo dela e falou no seu ouvido: 

LUTE PRA VIVER ,SEJA FORTE POIS QUANDO DESPERTAR ESTAREI AQUI PRA TE RECEBER!

No final do século XIX, o mundo era bem diferente de como o conhecemos hoje. Os Estados Unidos eram um jovem país em acelerado crescimento após a Guerra Civil, invenções tecnológicas apareciam a todo momento e muitas partes do globo ainda continuavam completamente inexploradas. Entre elas estava o Polo Norte.

George Washington De Long, jovem tenente da Marinha americana, ficou obcecado pelo Ártico após retornar de uma viagem de resgate na costa da Groenlândia. Inspirado pela teoria amplamente difundida (embora pouco fundamentada) de que haveria águas quentes e navegáveis no topo do planeta, permitindo talvez a existência de terras e até mesmo civilizações perdidas, De Long traça um plano minucioso para alcançar esse local desconhecido. No mesmo período, James Gordon Bennett Jr., o rico e excêntrico proprietário do New York Herald, em busca de uma história que gere comoção nos leitores, decide patrocinar a expedição de De Long. Com a ajuda financeira do magnata, o navegador encontra e reforma o navio perfeito para a aventura e tem acesso aos mais variados equipamentos, a cartas de navegação e a círculos políticos, conseguindo todo o apoio necessário para a jornada.

Em 8 de julho de 1879, De Long e uma tripulação de 32 homens zarpam de São Francisco no USS Jeannette com o ambicioso objetivo de alcançar o Ártico pelo estreito de Bering, em vez da até então conhecida rota ao longo da costa da Groenlândia. No entanto, apenas dois meses após a partida o Jeannette fica totalmente preso a uma enorme banquisa, e assim permanece por quase dois anos, flutuando ao sabor da maré em meio ao oceano congelado. Quando, na primavera de 1881, parece que o navio finalmente se libertará de sua prisão, um violento choque com um bloco de gelo força os homens a abandonarem a embarcação. Horas mais tarde, o Jeannette afunda, e sua tripulação se vê obrigada a vencer a pé e em pequenos botes os mil quilômetros de oceano congelado que a separam do norte da Sibéria e da frágil tentativa de sobrevivência.

Enfrentando os terríveis efeitos do frio e da neve, a fome, ferozes ursos polares e labirintos de gelo, a tripulação segue rumo a um destino incerto. Com reviravoltas impressionantes, No reino do gelo é uma fascinante história de heroísmo e determinação num dos locais mais implacáveis do planeta.

Aclamado best-seller do The New York Times, F de Falcão é uma autobiografia nada usual sobre superação e autodesenvolvimento. A autora, Helen Macdonald, conta sua história a partir do momento em que viaja até a Escócia para comprar um falcão.

A depressão que lhe acometera após a morte do pai criara um abismo entre ela e as demais pessoas e nada mais fazia sentido em sua vida. Porém, ao praticar a falcoaria com Mabel, sua nova ave de rapina, e ler os diários de T. H. White, clássico autor da literatura inglesa, Helen começa a entender que o luto é um estado que não pode ser evitado, mas que pode ser superado — inclusive com a ajuda de um inusitado açor.

Muito mais do que explicar como domesticar ou caçar com falcões, a prosa magnética de F de falcão narra a angustiante história de uma mulher que se sente infeliz e sem rumo. Uma mulher que, na ânsia por superar a melancolia, encontra ao lado de um dos mais ferozes animais o caminho para expulsar os próprios demônios. 

Ágil, repleto de camadas e belamente escrito, A outra história é uma reflexão sobre identidade, o processo de ser escritor e a glória e o preço da fama, um retrato de como as decisões de antigas gerações ecoam no presente e moldam o futuro.
Aos vinte e quatro anos, Nicolas Duhamel se depara com um segredo de família perturbador mantido a sete chaves por muitos anos. Perplexo, embarca para São Petersburgo em uma jornada em busca da verdade. Porém, as respostas não surgirão tão facilmente. 

Os mistérios de sua origem familiar o levam a escrever seu primeiro romance, O envelope, e a assiná-lo como Nicolas Kolt. Após três anos do inesperado e estrondoso sucesso mundial do livro, Nicolas é um escritor vaidoso, com muitos fãs, um autor obcecado pela fama e pelas redes sociais a ponto de deixar de lado a família e os amigos.

Tanta aclamação, no entanto, tem seu preço, e todos perguntam sobre o novo livro. Mas Nicolas não é capaz de escrever sequer uma linha e não suporta mais mentir. Desejando se afastar de tudo para encontrar uma nova inspiração, ele viaja para a Itália com sua namorada Malvina e se hospeda em um luxuoso hotel na costa da Toscana. Durante o fim de semana em que espera paz e tranquilidade para compor a outra história, Nicolas Kolt se vê diante de perigos e segredos que podem colocar seu futuro em jogo.

Do blog para as suas mãos: 100 textos inéditos e cheios de inspiração sobre amores, desamores e mais, muito mais!
Ela prefere os dias nublados. Gosta de ficar sozinha, mas tem amigos da vida inteira. No trânsito, tem mania de olhar para os carros parados ao lado e imaginar o que as pessoas estão pensando. Curte cada minuto da casa nova (onde mora sozinha!) e se pergunta onde foi que as pessoas esconderam os sentimentos escancarados. Em seu primeiro livro, Karol Pinheiro convida você a olhar o mundo pelos olhos dela. 

De um jeito doce que às vezes pode ser bem ácido, a blogueira fala de amor, beleza, desejos, mentiras, frustrações, família, manias, cachorrinhos de estimação, sobremesas e avós de cabelos branquinhos. Fala de sentimentos, mas também fala de coisas. Afinal, a vida da gente não é feita só de poesia. Com leveza e inteligência, Karol compartilha com você as suas impressões sobre ser, ter e sentir. No teclado dessa jovem escritora, as situações do cotidiano se transformam em textos lindos que vão fazer você se perguntar por que nunca tinha olhado em volta com tanta sensibilidade. Cada um dos textos termina com um desafio da Karol. Tudo que ela quer, agora, é que você abra a sua mente (e o seu coração) para as coisas mais legais do mundo!

A ironia é que tentamos rejeitar nossas histórias difíceis para parecermos mais plenos ou mais aceitáveis, mas nossa plenitude depende, na verdade, da integração de todas as nossas experiências, inclusive as quedas. 

Errar faz parte da vida. Se você correr riscos e for corajoso, mais cedo ou mais tarde poderá se dar mal. Às vezes aquele projeto em que estava apostando todas as fichas vai pelo ralo ou um casamento de muitos anos chega ao fim, deixando dor e muito sofrimento pelo caminho. Não importa: todos precisam aprender a lidar com o fracasso.

Apesar disso, temos medo de falar sobre o assunto. Conhecemos inúmeras histórias bonitas de superação, mas sempre há nelas uma espécie de lacuna: passa-se diretamente do infortúnio à vitória e o doloroso processo que nos leva de um ponto a outro nem sequer é mencionado.

Tomando como ponto de partida seu trabalho pioneiro sobre a importância da vulnerabilidade, em Mais forte do que nunca, a pesquisadora Brené Brown faz a pergunta inevitável: se todos nós levamos rasteiras da vida, como certas pessoas conseguem enfrentar tantas adversidades e, mesmo assim, sair mais fortes?
Para responder a isso, a autora conversou com inúmeras pessoas, coletou dados e passou a compreender melhor a volta por cima. Neste livro, você vai aprender quais são as características de personalidade, os padrões emocionais e os hábitos mentais que nos possibilitam transcender as catástrofes da vida e renascer não totalmente ilesos, porém mais plenos e realizados, vivendo com mais propósito e significado. 

O mundo do pequeno Arthur Domachescky se tornou mais vivo e alegre quando sua pequena prima Eva, nasceu. 
Assim que soube de sua existência, sentiu em seu coração que deveria estar ao lado dela e protegê-la de todo o mal. Seu próprio tio, pai de Eva, lhe deu essa responsabilidade e ele estava preparado. 

Só não sabia que seu amor de primo se tornaria algo tão grande e significante em seu coração. 
Para Eva, Arthur era um príncipe protetor. Desde cedo do seu lado, ela se sentia segura e feliz, tendo o primo para brincar e lhe ensinar as músicas que eles tanto amavam. Mas, no começo da adolescência, ela percebeu que algo estava acontecendo. 
Não o via apenas como o seu primo e melhor amigo. 
Via-o como o amor da sua vida. 

Se amavam e sabiam disso. Mas eram primos e aquele sentimento era proibido. Como poderiam lutar contra uma barreira tão forte, contra o sangue em suas veias, que os uniam? 
Como poderiam viver aquele amor puro, que sentiram assim que se viram pela primeira vez? 
Será que seriam fortes o suficiente para encarar o doce amor que o destino preparara para eles? 

Danny Orchard conseguiu enganar a morte e ganhou uma segunda chance para viver. Só que ele não voltou do inferno sozinho. Em Os Condenados, Andrew Pyper, autor do fenômeno O Demonologista, explora as conexões de amor e ódio entre irmãos gêmeos, numa história sobrenatural digna de pesadelos.

Danny passou por uma experiência de quase-morte em um incêndio há mais de vinte anos. Sua irmã gêmea, Ashleigh, não teve a mesma sorte. Danny conseguiu transformar sua tragédia pessoal em um livro que se tornaria um grande best- seller. Ainda que isso não signifique que ele tenha conseguido superar a morte da irmã. Claro, ela nunca mais o deixaria em paz.

Mesmo depois de morta, Ash continua sendo uma garota vingativa e egoísta, como sempre. Mas agora que seu irmão finalmente tenta levar uma vida normal, ela se torna cada vez mais possessiva. Danny parece condenado à solidão. Qualquer chance de felicidade é destruída pelo fantasma de seu passado, e se aproximar de outras pessoas significa colocá-las em risco.

Após desistir de um casamento que salvaria sua família da falência, Sophia Hornet se vê obrigada a começar uma nova vida sozinha, longe do pai que insiste no casamento firmado para tirá-los da ruína. Decidida a não se submeter a um casamento sem amor, Sophia abandona o lar, e logo consegue um emprego na Swiss Chocolate, uma grande e conhecida empresa, comandada pelo jovem e herdeiro Daniel Müller, um homem discreto e evasivo... E que enfrenta problemas com sua herança. 

Exigido em testamento pelo falecido pai, Daniel se depara com uma condição singular para o recebimento da parte que lhe cabe por direito: um matrimônio. Assim, quando Müller conhece a história de Sophia, ele vê na garota a chance perfeita para, de uma vez por todas, ter acesso às ações que lhe pertencem. E então, lhe faz uma proposta tentadora: a promessa de reerguer a empresa e a família Hornet em troca de se casarem por seis meses, o tempo mínimo exigido em testamento para receber a herança. 

Para Sophia, a proposta é uma chance de ajudar a família a se recuperar financeiramente, e ao mesmo tempo tirar de seu encalço o ex-noivo abandonado, que também persiste em procurá-la para concretizarem a união. No entanto, Daniel e Sophia não esperavam que as coisas não saíssem como o planejado, se tornando, então, cada vez mais difícil manter o acordo do contrato. Em meio à farsa do casamento, as circunstâncias os obrigarão a conviverem juntos e a vivenciarem momentos que farão nascer um sentimento recíproco, e junto, uma relação conturbada de amor, ódio e intrigas.

Para duas pessoas com opiniões tão distintas acerca de relacionamentos e do amor, London e Luke criaram um surpreendente laço de carinho e… tesão! London Hughes está muito satisfeita em surfar todos os dias, trabalhar como bartender e sair com seus amigos vivendo da maneira que mais lhe satisfaz. Mas depois de ser derrubada por uma onda pela manhã, e ser derrubada novamente pelo sorriso galanteador de Luke Sutter naquela noite, ela se pergunta: por que não? Afinal, é só uma noite. 

Da sua parte, Luke esteve no piloto automático dos encontros casuais por tanto tempo que raramente se detém para pensar no que está fazendo. Mas, depois de um encontro maravilhoso com London, ele percebe que não superou adequadamente um rompimento devastador, e acabou por se deixar levar para onde – e com quem quer que fosse – a correnteza o levasse. 

Entretanto, ele deseja ir além com London, embora alguns acontecimentos de seu passado – incluindo quem fez parte dele –, tenham sido omitidos de London, que, por sua vez, agora precisa lidar com o tipo de complicação que evitou por tanto tempo.

Hannah nunca fora um paradigma no que diz respeito ao seu título de princesa. Na verdade, ela sempre tentou fugir dos padrões impostos pelas leis e doutrinas equivocadamente impostas na sociedade em que vive. E, por mais que estivesse sempre disposta a sair do conto de falhas que sua vida era, ela não conseguira. Nunca tivera sequer uma chance. Até agora. 

Após ser obrigada a se casar com um homem sete anos mais velho, homem este responsável por algo terrível na vida de outra mulher, ela se surpreende quando em sua noite de núpcias ele lhe faz uma proposta. Poderia ser a coisa mais louca que ela faria para fugir de seu pai e a coroa que, com o decorrer dos anos, passou a odiar. Mas era válido, e talvez fosse sua última chance. A questão era que o destino lhe reservara uma surpresa, um imprevisto, e este agiu de forma inexorável ante todos os seus planos. Mas foi o que a ajudou a descobrir o que estava por trás de seu casamento, e, principalmente, a começar a entender os motivos que levaram seu marido a oferecer-lhe aquele acordo. 

No fim, ela percebera que havia mais segredos e perigos envolvendo a união dos dois do que imaginara. 

"Jurei vingar a morte do meu pai. Posso até ser meio homem, mas sou capaz de fazer um juramento por inteiro."

Filho caçula do rei Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem. 

Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida, curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava. 

Certa noite, o jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi determinarão o destino do reino e de todo o povo. 

Joe Abercrombie nos apresenta um protagonista surpreendente, numa história de percalços e amadurecimento que abre a trilogia Mar Despedaçado.

Em Whitechapel, em 1888, pelo menos cinco mulheres foram brutalmente assassinadas e mutiladas. O assassino tornou-se conhecido como Jack, o Estripador. Houve muitos suspeitos, porém ninguém foi preso pelos crimes. 

Este livro apresenta um novo suspeito a partir de um manuscrito redigido nos anos 1920 por James Willoughby Carnac. O texto abrange desde a sua infância até a sua morte, e contém informações que nunca foram divulgadas. Além disso, os acontecimentos da época e a geografia de Whitechapel, em 1888, são descritos com total precisão, tornando James um convincente Jack, o Estripador. 

Para completar, o motivo oferecido por ele, para ter se tornado um assassino, nos faz crer que seu relato é puramente genuíno. Seria este livro a verdadeira confissão de Jack, o Estripador, ou um extraordinário romance muito bem escrito?

Dezesseis anos atrás o Reino de Inverno foi conquistado e seus cidadãos, escravizados, sem família real e sem magia. A única esperança de liberdade para o povo do reino jaz nos oito sobreviventes que conseguiram escapar, e que seguem esperando uma oportunidade para recuperar a magia de Inverno e reconstruir o reino. 

Meira, uma órfã desde a derrota de Inverno, passou a vida inteira como refugiada, criada por Senhor, o general dos inverninos. Treinando para se tornar uma guerreira — e desesperadamente apaixonada pelo melhor amigo e futuro rei, Mather —, Meira faria qualquer coisa para ajudar o Reino de Inverno a retomar seu poder. Então, quando espiões descobrem a localização de um medalhão antigo capaz de devolver a magia ao reino, Meira decide ela mesma encontrá-lo. 

Finalmente ela está escalando torres e lutando contra soldados inimigos como sempre sonhou. Mas a missão não sai como planejado, e logo Meira se vê mergulhada em um mundo de magia maligna e poderosos perigosos. De repente, ela percebe que seu destino não está, e nunca esteve, em suas mãos. A estreia de Sara Raasch é uma fantasia cheia de ação sobre lealdade, amor e a capacidade de determinar o próprio destino. 

A médium clarividente Lorraine Warren e seu marido, o respeitado demonologista Ed Warren, estudaram, por mais de meio século, fenômenos paranormais ao redor do mundo. Seus casos inspiraram os filmes Invocação do Mal, Amityville e Annabelle. 

Esta obra reúne as cinco décadas de experiência em investigação de campo desse casal, juntamente com as suas perspectivas histórica, científica e religiosa, para revelar que até mesmo o que é considerado paranormal não pode ser ignorado, tem padrões de comportamento previsíveis e pode ser mensurado cientificamente. 

Por meio de milhares de palestras, estudos de caso e análise de cartas de clientes, eles revelam o que é conviver com fantasmas, poltergeists e infestações malignas, como investigá-los e solucionar seus mistérios.

'1599, a Era dos Descobrimentos na Europa. Para Bren Owen, porém, crescer na cidadezinha de Map na costa da Bretanha, significa tudo menos aventura. Enfeitiçado pelas histórias que os marinheiros trazem de suas viagens, e inspirado pelos mapas enigmáticos criados pelo pai cartógrafo para o cruel e carismático navegador Rand McNally, Bren está convencido de que a fama e a fortuna esperam mundo afora. O problema é que suas repetidas tentativas de fuga lhe trazem uma punição pior que a morte: limpar o vômito dos aventureiros que frequentam o Clube dos Exploradores. 

É lá que Bren conhece um marinheiro moribundo, que dá a ele um estranho presente que esconde uma mensagem secreta. Aliando-se a um misterioso almirante holandês, obcecado há anos por uma lenda chinesa sobre uma ilha que desapareceu dos mapas, Bren descobre que a mensagem secreta parece levar a um fabuloso tesouro perdido, capaz de mudar sua vida e a do pai viúvo para sempre. 

Em pouco tempo, o menino se vê em meio a um perigo maior do que jamais poderia ter imaginado, e precisa da ajuda de um amigo inusitado, Mouse, para sobreviver. A aventura eletrizante de Barry Wolverton percorre os sete mares e muitas culturas, unindo os folclores ocidental e oriental, e prova que, no mar, a sorte é sempre uma faca de dois gumes.'