DOIS SOLDADOS

John Porter - dezessete anos atrás, ele foi um dos mais promissores jovens soldados da SAS (Special Air Service), força especial militar da Grã-Bretanha. Agora, é um homem arruinado: um vagabundo bêbado que vive ao relento nas ruas de Londres.

Sir Peregrine Collinson - o mais condecorado herói militar da Grã-Bretanha, autor de best-sellers e o enviado pessoal do primeiro-ministro.

Em Beirute, uma jovem e brilhante repórter de TV, Katie Dartmouth, foi capturada por uma gangue cruel de terroristas do Hezbollah. A menos que as tropas britânicas sejam retiradas do Iraque, ela será executada ao vivo pela televisão.

Uma nação prende a respiração e o Governo oscila à beira do colapso. Os dois homens acreditam poder salvá-la. Mas apenas um deles pode alcançá-la.
Seus caminhos se cruzaram há dezessete anos pela última vez. Agora, as circunstâncias novamente os colocaram lado a lado e o contra-ataque está prestes a começar – qual dos dois é o verdadeiro herói?
Este livro de Chris Ryan deu início à série televisiva Strike Back, lançada como minissérie britânica em 2010. Apresenta a vida de John Porter (Richard Armitage), um soldado britânico que trabalha na seção 20 do MI6, combatendo terroristas.
Seu enorme sucesso levou o canal americano Cinemax a entrar como coprodutor de uma segunda temporada. Esta temporada acompanha as aventuras de Damien Scott (Sullivan Stapleton), um ex-agente americano das Forças Especiais, e de Michael Stone (Philip Winchester, de Crusoe), agente britânico da Seção 20.

A série finalizou em 2015, com cinco temporadas produzidas. Agora, a produtora britânica Left Bank Pictures começa a desenvolver um projeto que levará Strike Back para as telas de cinema. O objetivo da produtora é transformar a série em uma franquia cinematográfica.
O projeto já está em fase de desenvolvimento, em parceria com o canal britânico Sky, sendo que o Cinemax está em negociações para ser um dos coprodutores do primeiro filme, atuando também como distribuidor.

Deixe um comentário