Quando a jovem e doce advogada recém-formada Manoela Vieira foi para a Conferência de direito penal na Suíça, literalmente esbarrou em seu destino: o infame e enigmático Enzo Barbieri, um homem muito poderoso e cheio de mistérios. Sem conseguir resistir à imensa atração, a jovem Manoela embarca em um romance intenso, arrebatador e quente. Pensando, por alguns instantes, estar vivendo uma história de amor… Mal sabia Manoela que estava caindo em uma armadilha… Mal sabia ela que sempre esteve de olhos fechados…
Do céu ao inferno, Manoela vai descobrir que Monstros não nascem, são criados e que nada é o que parece. Já o infame Capo vai descobrir que no amor não há jogo, que não há espaço para mentiras… e que ele vale mais do que todo o poder.

Quando começar a ler, vai pensar que se trata de um romance comum. Leia um pouco mais e pense novamente, pois esteve o tempo todo de olhos fechados... ‘Aqui nada é o que parece’. 
Espere por duvidas no primeiro capítulo, por paixão no segundo, por morte no terceiro, e por se surpreender no último.
Nessa estória, nada aconteceu por acaso, pelo menos, não para ele... ou melhor, tudo aconteceu exatamente como ele queria.

Se procura, um romance todo meloso, clichê e com um final premeditado, não vai encontrar neste livro. Mas caso esteja interessado em uma história cercada por fortes paixões, mentiras, mistérios e com um final surpreendente, está no lugar certo.

Deixe um comentário