Anttoni Beaumont acredita ser um homem amaldiçoado. Após tentar se relacionar com várias mulheres e todas o tratarem somente como uma aventura, o pintor famoso de Paris decidiu que não se envolveria com mais ninguém. 

Recluso em seu próprio mundo de tintas e solidão, Anttoni não esperava encontrar, em uma de suas sessões próximas ao rio Sena, uma mulher tão bonita e interessada em sua arte. Para ele, o que a desconhecida causou em seu peito seria facilmente sanado, já que o encontro não passava de uma casualidade do destino. 

Mas o que era para ser apenas um caso isolado, se tornou uma convivência diária após descobrir que a menina desconhecida do rio Sena tinha um nome encantadoramente exótico e era sua mais nova funcionária. 

Dezembro em Cores é o encerramento da série De Janeiro a Janeiro e nos mostra, em sua maior sensibilidade, que as promessas que fazemos pela razão podem ser facilmente quebradas pelas questões do coração.

Deixe um comentário