Autora do sucesso Destrua este diário, Keri Smith surge agora com a proposta de uma agenda desestruturada, que pretende muito mais inspirar sua criatividade e muito menos organizar seu dia a dia. Com espaços sem data e distribuídos aleatoriamente para você fazer um resumo do mês que desejar, o livro funciona como um diário criativo, que vai ajudar o leitor a estruturar os pensamentos, mas de uma forma nada limitada nem previsível.

Um diário que foca simultaneamente no hoje e no amanhã pode parecer paradoxal, mas Keri Smith prova o contrário. A partir da ideia de que a busca pela organização e pelo perfeccionismo tão exaltada na cultura moderna é na verdade um grande empecilho do processo criativo, o estilo, a forma e a proposta pouco convencional de A agenda antiplanos, ao mesmo tempo que entretêm, levam à reflexão, capturando momentos e estados de espírito e convidando o leitor a controlar menos e experimentar mais, a deixar de levar tudo tão a sério e, simplesmente, viver. E o principal: a se divertir!

Deixe um comentário