Até onde conseguimos controlar nosso destino? E quando devemos parar de lutar contra ele?
Alguns anos após o trágico e impune acidente de carro que tirou a vida de seus pais e ter seu casamento arruinado, a jovem Julie Anne precisa dar a volta por cima e retomar as rédeas de sua vida, retornando ao antigo apartamento de sua família em Belo Horizonte, sendo guiada por conselhos deixados por suas mães em pequenas notas escritas.

Com o apoio de suas amigas e de uma nova, inesperada e misteriosa paixão, Julie encontrará um novo jeito de encarar as dificuldades, conhecerá o verdadeiro amor em todas as suas formas e descobrirá que, até mesmo a pior tragédia, pode trazer consigo as flores mais belas e que sempre existe um novo florescer.

“Este livro fala sobre recomeços, amor, amizades incondicionais, da crença em algo maior que si e sobre a capacidade de amadurecer e crescer diante das dores e decepções que o mundo real pode trazer, quando acreditamos e, acima de tudo, quando fazemos nosso destino.”

Deixe um comentário