Quando duas almas sofridas se encontram o que pode acontecer? Elas se unem e se curam, ou podem causar mais sofrimentos uma à outra? 

Tudo que Samanta conhecia era o fracasso, tão entranhado em seu corpo e mente, que até seus sonhos eram meros devaneios. 
Dante achava que o amor não existia, amor à primeira vista era uma invenção que dava lucro nos dias dos namorados. O desejo entre dois corpos era tudo que ele entendia e aceitava. 

O destino juntou Dante e Samanta em um emaranhado de problemas do passado de Dante. Precisarão reaprender novos conceitos, mas se a vida fosse fácil que graça teria? 
Há dores e medos que o tempo não consegui apagar, assim, é preciso superar os medos e criar novas memórias, mas antes é preciso se jogar, cair de cabeça no amor, acreditar que o futuro pode ser melhor que o passado, só é preciso fé. 

Deixe um comentário