Para afastar o ex marido e não perder a guarda do filho, Amanda tinha apenas uma opção, casar-se com seu melhor amigo. Antônio era companheiro, atencioso e sempre esteve ao seu lado ajudando-a. Ela não conseguia imaginar-se casada com ele, não queria por em risco uma amizade como a que tinham, mas o que fazer? Ele a propora um Casamento de Aparências. Sem nenhum tipo de contato íntimo. Um acordo para proteger Amanda e seu filho.

Sem alternativas ela aceita um casamento sem amor. Porém quando menos esperava, Amanda começa a vê-lo não apenas como amigo, mas também como homem.

Agora quem irá protegê-la daquele novo sentimento. Como afastar-se daqueles braços que tanto desejava. Ela conseguiria manter-se imune aquele deus que a testava constantemente com sua virilidade?

Deixe um comentário