Paola, uma mulher madura aos 40anos, estabelecida, bem resolvida. Separada, com uma filha adolescente. Acostumada a viver dentro das regras, porém cansada destes pré-julgamentos, decide dar um basta em relacionamentos insossos. Em homens de mentirinha, que não conseguem acompanhar o seu ritmo e compartilhar das suas fantasias. E que só se permite a partir daí, o melhor da vida. 

Pedro, solteiro, experiente, viril, bem sucedido, com sua vida organizada, que não permite que ninguém intervenha em seus hábitos. Que gosta de viver suas aventuras sexuais com mulheres mais jovens, sem se deixar envolver. 

Numa época em que os homens sentem-se ameaçados pelo sucesso feminino nos mais diversos ramos, tornando-se assim homens diminuídos, acovardados, sem atitude, sem iniciativa. Num tempo em que romances eróticos expõem os desejos mais íntimos das mulheres e fazem com que estas sonhem com os sedutores personagens desses livros. E que, apesar da modernidade, ainda sejam censuradas e condenadas por uma sociedade hipócrita. 
O que acontece quando essas duas pessoas vividas, experientes se encontram e se identificam? 
Pedro, na ânsia de conquistar uma mulher diferente de todas a que está acostumado, resolve utilizar de meios escusos, os mesmos utilizados na sua vida profissional, para se aproximar dela. Mas sem dar-se conta, se vê apaixonado por esta fêmea sensual, provocante. E então o medo o invade, ao pensar que ela pode descobrir seu delito. 

Pode uma mulher, à procura de um amor verdadeiro, perdoar uma violação à sua privacidade? E afinal, seria mesmo um amor? Ou o tempo todo foi uma fantasia?

Deixe um comentário