Florianópolis. Ilha da magia. Mais de vinte anos depois do último show da banda Triaprima, Duda volta ao local acompanhado de outra Lenora. A jovem pupila que carrega o nome e o talento de sua antiga musa carrega também seu destino? Como em Lenora, primeiro livro da série, a nota mais alta que ressoa em Ian é o poder da música, força sobrenatural que voltará a unir o genial Ian Yates, Duda e Lenora, despertando a ira das Dálias, grupo de roqueiras performáticas que busca o sucesso como fim.

Desta vez, Heloisa Prieto lança luz sobre o lado negro da Triaprima, abrindo para os fãs da banda – e para o leitor – o baú misterioso de Ian. Passado e presente se misturam outra vez, saciando curiosidades despertadas no livro anterior. Novos personagens trazem diferentes acordes, como o encantador menino flautista Cian. Magia, mitologia celta, provérbios, lendas, Beatles, poemas e uma adorável homenagem a Raul Seixas fazem parte desta composição melódica e encantadora. O convite está feito. Aproxime-se do palco. E aumente o som.

Deixe um comentário