Scott Westerfeld, autor da série Feios, reinventa aqui a Primeira Guerra Mundial em uma narrativa steampunk. Em lados opostos, mekanistas lutam com aparatos mecânicos, enquanto darwinistas usam imensos animais geneticamente modificados. 

Em Golias, o conflito entre os dois lados atinge seu ápice. Assim como a tensão entre o mekanista Alek e a darwinista Deryn. Enquanto luta para descobrir o que Deryn esconde com tanto afinco, Alek se torna próximo de Nicolas Tesla, um brilhante inventor que guarda um segredo também — o Golias, uma máquina capaz, ao que parece, de destruir cidades inteiras. 

Ele promete usá-la para impor a paz. Mas qual o mérito de se acabar com uma guerra com mais mortes ainda?

Deixe um comentário