Stefani fica aterrorizada quando sai do banho e mãos fortes tocam em seu ombro e a empurra em direção à cama. Em pânico e nua, ela quer gritar, pedir socorro, sabia que seus pais estavam em algum lugar no andar de baixo da casa, mas o seu corpo não obedecia às ordens de sua mente. 

Quando de repente sente um toque em sua face, ela podia sentir o calor daquela mão suave de encontro à sua pele que em segundos desciam pelo seu pescoço chegando ao seu ombro e com muita delicadeza e suavidade desliza até sua barriga fazendo-a explodir em emoção sobrepondo o medo e a razão.

Deixe um comentário