Na Segunda Guerra Mundial, Bernard Montgomery, George Patton e Erwin Rommel foram os comandantes de forças terrestres que mais se destacaram. Em Mestres da batalha, a história é contada sob o ponto de vista da relação entre eles em um cenário que compreende as grandes batalhas do norte da África, as invasões da Sicília e da Itália, os desembarques na Normandia e o avanço através da França e da Bélgica até a Alemanha. 

Pela primeira vez na literatura sobre a Segunda Guerra Mundial, os três são “colocados no mesmo ringue”, apresentando-se este conflito conforme vivido por seus comandantes mais exuberantes, controversos e poderosos. 
· Terry Brighton estudou política e filosofia na Universidade de Lancaster e foi por muitos anos funcionário da curadoria do Museu Regimental dos Lanceiros Reais da Rainha, regimento descendente dos que combateram com distinção durante a Segunda Guerra Mundial. · É autor de Hell Riders: The Truth About the Charge of the Light Brigade.

Deixe um comentário