No verão de 1930, Thea Atwell, de quinze anos, é afastada de sua casa, na Flórida, e mandada para uma escola interna para meninas. Situada nas montanhas Blue Ridge, na Carolina do Norte, a Escola de Equitação Yonahlossee para Moças é bem diferente da infância idílica que Thea levava com o irmão na fazenda da família - um mundo agora parcialmente arruinado. 

Inserida em um novo e complicado ambiente social, em que jovens são julgadas com base no dinheiro da família, na linhagem e na aparência, Thea luta contra sentimentos avassaladores de culpa e saudade de casa ao mesmo tempo que tenta se encaixar na nova realidade. 

Forte, apaixonada e determinada, mas também egoísta, crítica e autodestrutiva, Thea alterna a narrativa entre o que se passou em sua casa e seu dia a dia na escola, e aos poucos desvenda a verdade por trás do afastamento da família, mas não antes de questionar como esse mistério afetará seu futuro. Um vívido romance sobre sexo, amor, família, dinheiro e classe social, 'Escola de equitação para moças' transporta o leitor para outra época e mostra que mesmo os pais mais protetores não são capazes de impedir que seus filhos tornem-se adultos.

Deixe um comentário