Criador de clássicos contemporâneos como A fogueira das vaidades - mais de um ano na lista dos mais vendidos do The New York Times -, Tom Wolfe retorna à ativa com mais um livro no qual o jornalismo se coloca a serviço da literatura. 

Em Sangue nas veias, o escritor visita inferninhos e entrevista imigrantes para retratar uma Miami repleta de conflitos culturais, dilemas morais e limites éticos, e dá forma à uma narrativa talhada com precisão e humor ácido. No caldeirão de culturas do romance, encontram-se os mais variados tipos, num relato contundente da sociedade americana contemporânea.

Deixe um comentário