Luiza Brunet sempre foi ícone de beleza. Desde que surgiu nas capas de revistas nos anos 80, tornou-se símbolo da mulher made in Brazil, com traços, jeito e pele de quem nasceu no Pantanal, em contato com a natureza, pés no chão, índia, brasileira. 

Nos primeiros anos, era o símbolo sexual, a mulher ousada que não se furtava a posar sem roupa no estúdio, na praia ou em plena Times Square. O tempo passou e Luiza é protagonista de uma travessia que poucas são capazes de empreender. De objeto de desejo, converteu-se em objeto de admiração para homens e mulheres. Hoje é um ícone de elegância e de independência – modelo, mãe e empresária de sucesso. 

No depoimento à jornalista Laura Malin, ela narra, com destemor, as dificuldades enfrentadas em sua infância no Mato Grosso e o início de vida no Rio de Janeiro. É uma Luiza revelada por inteiro, corpo e alma – um símbolo de beleza que, a partir de agora, se afirma em definitivo também como símbolo de superação, integridade e coragem.

Um Comentário

  1. Oi.
    Gostei do poste e saber um pouco mais sobre ela. E ela é uma mulher muito bonita mesmo.
    Beijos

    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir