"E viveram felizes para sempre..." Assim terminam os contos de fadas, mas na vida real o sim no altar é apenas o início de uma vida que exige maturidade, confiança e uma dose de autossuficiência. Com maestria, Zibia Gasparetto aborda o tema em seu mais recente livro, O encontro inesperado, lançado pela Editora Vida & Consciência. Ditado pelo espírito Lucius, o romance mostra a importância de dirigirmos nossa própria vida sem transferir ao outro responsabilidades que cabem apenas a nós mesmos.
Em seu 28° romance, a autora best-seller narra a história de Miriam, filha de Jorge e Flora, pais superprotetores que interferem muito em sua vida. Mimada e exigente, é casada com Ivo. Após sete anos de casamento, Ivo não aguenta mais o gênio e os caprichos de Miriam e sai de casa.
Quando Jorge sofre um grave acidente, a vida de Ivo e Miriam segue rumos inesperados. Após levar uma vida resignada e não querendo enfrentar mais os problemas da ex-esposa, Ivo decide afastar-se de tudo e morar no Rio de Janeiro.
Em meio a muito sofrimento, o destino leva Miriam ao encontro de Franco, Gisele e Carlos, três irmãos batalhadores, que depois da morte de seus pais uniram-se ainda mais e tiveram que aprender a lidar com a perda e a caminhar com as próprias pernas. E é justamente esta a lição que Miriam deverá aprender para alcançar a verdadeira felicidade.
Entre sentimentos de ciúme, mágoa e apego, Zibia Gasparetto convida o leitor a uma reflexão sobre a importância de não darmos ao outro a direção de nossa vida e mostra que os desafios só aparecem quando podemos vencê-los.

Deixe um comentário