Em meio à guerra civil nigeriana e à sucessão de golpes militares que abalam o país, Enitan Taiwo e Sheri Bakare tornam-se amigas.

Apesar de ainda não compreenderem os problemas terríveis de seu país, as duas meninas de 11 anos crescem enfrentando o terror da repressão política e a reprovação da mãe de Enitan, que considera Sheri uma péssima companhia para a filha.

 A partir dessa amizade clandestina, Enitan abandona a inocência da infância. Ao longo de três décadas confrontando-se com o peso da tradição e o desejo de mudança, ela mergulha nas contradições da terra onde nasceu e descobre que a felicidade é uma batalha constante em um país escravizado por seu passado.

Romance de estreia de Sefi Atta, foi vencedor do Wole Soyinka Prize, um dos principais prêmios da literatura africana.

Deixe um comentário