Matt sempre sentiu que faltava algo em sua vida. Em uma caixinha marchetada, sua mãe guardou lembranças da infância do filho.

Entre elas, várias fotos de quando ele era menino. Mas há algo que o intriga naquelas fotos. Seria mesmo ele ali? Por que ele não se lembra daquelas roupas? Dos brinquedos? E mais: por que sua irmã, Imogen, não aparece nas fotografias?

Diferentemente da maioria das escritoras do gênero, os romances de Marcia Willett fogem do pieguismo e dos lugares-comuns. Aproximam-se mais da vida real das pessoas, narrando situações complexas e verossímeis. 

No caso específico de Casa de verão, a autora aborda os mistérios que surgem em meio a uma família.

“Como Rosamunde Pilcher e Maeve Binchy, Marcia Willett constrói personagens tão fortes e reais que o leitor sente que eles podem lhe telefonar ou mandar um e-mail.” (Rocky Mountain News)

Deixe um comentário