Gabe Sullivan é um bombeiro de São Francisco que arrisca sua vida todos os dias. E sabe, por experiência própria, que não deve se envolver com as vítimas de incêndios.

Megan Harris admite que deve tudo ao heroico bombeiro que entrou no prédio em chamas para salvar sua filha de sete anos. Ela lhe deve tudo, exceto seu coração, pois, após perder o marido, cinco anos antes, jurara nunca mais sofrer por amor ? e pela perda.

Contudo, quando Gabe e Megan se reencontram e as chamas incontroláveis do desejo se acendem, como ele poderia ignorar a coragem, a determinação e a beleza dela? E como ela poderia negar não apenas o forte vínculo de Gabe com sua filha, mas também a maneira como seus beijos carinhosamente sensuais a induziam a colocar em risco tudo o que manteve por tanto tempo? A atração entre Gabe e Megan é irresistível, e se ambos não forem cuidadosos, correm o risco de se apaixonar.
- Megan me falou a coisa mais meiga quando nos conhecemos. - As mãos da mãe sobre o braço dele o fizeram voltar a atenção para ela. - Ela me agradeceu por criar um homem tão maravilhoso, que fez tanta diferença na vida dela. - Ele observou a mãe engolir em seco. - Quase comecei a chorar lá mesmo na cozinha, pensando no que poderia ter acontecido a ela e à filha se você não estivesse lá.
 
Há quanto tempo procurava um homem que olhasse para sua filha desse jeito? Como se achasse que o sol nascia com Summer, assim como o próprio nome indicava? Como se ela fosse importante, e não só alguma criança chata que Megan por acaso teve com outro cara?

Deixe um comentário