Existem muitas coisas que Zoey gostaria de esquecer. Que seu pai engravidou a namorada de vinte e quatro anos. Seu medo de que toda a cidade descubra sobre o colapso nervoso de sua mãe. Do belo e sombrio, Doug, o bad boy da escola que a perturba. 
Sentindo como se sua vida estivesse prestes a se tornar uma completa bagunça, Zoey luta da única forma que sabe, usando sua famosa atenção em detalhes para assegurar seu lugar como a filha perfeita, a aluna perfeita, e a namorada perfeita para o popular jogador de futebol americano, Brandon. Mas, em seguida, Zoey se envolve em um acidente de carro e no dia seguinte há apenas uma coisa da qual ela não consegue se lembrar - a noite do dia anterior. 
Saíra com Brandon como pretendia? Mas então porque Brandon a estava evitando? E porque Doug, de todas as pessoas, de repente está agindo como se algo de importante tivesse acontecido entre os dois? Zoey apenas lembra de Doug tirá-la do carro, mas ele continua a se referir ao que aconteceu aquele noite como se fosse algo mais. E Zoey está aterrorizada em admitir o quanto não pode se lembrar. 
A controlada e meticulosa Zoey está rapidamente perdendo o controle de todos os detalhes importantes de sua vida - uma vida que parece estranhamente vazia de Brandon e estranhamente preenchida por Doug.
 " Tentei me sentar, mas algo me segurou. Os longos dedos de Doug circulavam meu braço. Seu polegar pressionava meu pulso.
- Estou checando seu pulso.
Ele me soltou.
- Agora está acelerado.
Será que ele estava me dizendo que sabia que eu tinha sonhado com ele? Perguntei casualmente:
- O que meu pulso poderia lhe dizer?
- E eu tenho cara de médico?"
-----------
Ele afagou meus cabelos, que tinham caído do coque que eu tinha feito. Começou pela raiz, passou pelo meu ombro, e foi até as pontas, firmemente de uma maneira que nem eu sabia que desejava que Brandon me tocasse. Relâmpagos iluminaram o céu, trovoadas retumbaram, e o rugido pesado da chuva aumentou.

Deixe um comentário