"Alguém, certa vez, falou que em cidade pequena não existem segredos. Esse alguém, certamente, jamais passou por Monte Seco... Eu passei.''

Melanie passaria despercebida caminhando pela rua. Garota simples e sem grandes pretensões, que de uma hora pra outra, percebe-se cercada por segredos que ocultam uma disputa milenar; protagonizada por vampiros e homens lobos. O que essa garota faz perdida no meio desta extraordinária batalha? Os segredos da noite podem revelar.

Uma palavra foi dita com instruções de morte, e os sons das espadas tilintaram no ar. Mas o que, realmente, deixava-a petrificada era o ranger mortal das presas, que almejavam cravar-se em suas artérias. Esse era seu fim? Em um relance, a avolumada lua no céu não era mais do que somente uma testemunha do ato prestes a acontecer; era agora a sua causal salvação.

Tão rápidos quanto um piscar de olhos, os lobos saltaram, ferozmente, sobre os cavaleiros. Os vampiros caíam, um a um, empunhando suas espadas; garras e metal, urros e clamores; entrelaçavam-se em uma sinfonia cruel.


Deixe um comentário