“— Realmente... Mortos não comem empadas. Mas eu não estou morto e a empada é minha.
Virou-se em direção a porta, deu um passo e [...] olhando fixamente para mim, ironizou:
— De bacalhau essa empada só tem o nome!”

Terror, medo, sarcasmo e o mais refinado humor negro. É isto o que você vai encontrar nas páginas (eletrônicas) deste livro. Recheado com os melhores textos deste prolífico autor mineiro, “Empadas e Mortes” já nasce ousado, trazendo na sua concepção de e-book um conceito de novidade, de frescor, para a literatura de terror nacional.

“Empadas e Mortes” apresenta dezessete excelentes contos, começando com o denso “Não Fuja Mais”, narrativa que nos faz recordar os textos melancólicos de Augusto dos Anjos, até “Mortos não comem Empadas”, que empresta parte de seu nome à obra e cujo humor negro é de uma afinação única.

Ao longo deste livro, Marcelo Amado constrói um universo todo particular, onde vida e morte nem sempre se apresentam como sintomas de bem e mal, de certo ou errado. Muitas vezes, a morte (ou a não-vida) é a melhor saída.

Deixe um comentário