Crepúsculo poderia ser como qualquer outra história não fosse um elemento irresistível: o objeto da paixão da protagonista é um vampiro. Assim, soma-se à paixão um perigo sobrenatural temperado com muito suspense, e o resultado é uma leitura de tirar o fôlego - um romance repleto das angústias e incertezas da juventude - o arrebatamento, a atração, a ansiedade que antecede cada palavra, cada gesto, e todos os medos.

Isabella Swan chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks - último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen.

Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo "amor proibido", alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward é, sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr.

Nesse universo fantasioso, os personagens construídos por Stephenie Meyer - humanos ou não - se mostram de tal forma familiares em seus dilemas e seu comportamento que o sobrenatural parece real. Meyer torna perfeitamente plausível - e irresistível - a paixão de uma garota de 17 anos por um vampiro encantador.

“Quando a vida lhe oferece um sonho muito além de todas as suas expectativas, é irracional se lamentar quando isso chega ao fim.”

“De três coisas eu estava convicta. Primeira, Edward era um vampiro. Segunda, havia uma parte nele e eu não sabia que poder esta parte teria que tinha sede do meu sangue. E terceira, eu estava incondicional e irrevogavelmente apaixona por ele.”

“Nunca pensei muito em como iria morrer, mas morrer no lugar de alguém que eu amo, me parece ser uma boa maneira de partir.”

Um Comentário

  1. Éu já li esse livro inumerass vezes e fiko pensando a bela e sortudar porké nao comigo eu sei pode ser feio sentir inveja mas as vezes o mundo e injusto nee kkkkkkkkkkkkkkkkkk e ainda a safada da kristen namorando com o robert e pra acabar mesmoo ;/

    ResponderExcluir